2ª Noite da Novena em honra ao Divino Espírito Santo

Dando continuidade, fiéis se reuniram na noite de sábado dia 1º de junho para a 2ª noite da novena em honra ao Divino Espírito Santo. Como de costume nos dias da novena, as missas são celebradas às 19h, e teve como celebrante o vigário João Gheno Neto, cujo tema deste dia foi: Batizados e enviados.

Durante a homilia, Pe. Gheno nos fez refletir sobre o tema desta segunda noite da novena, ninguém é igual, cada um é cada um, portanto não depende só da cerimônia que é celebrada, resta muito para cada pessoa no modo de ser, de agir, ver e se comunicar com Deus. Nós procuramos fazer o necessário para todos, porém resta um campo muito grande para cada um ser e saber quem ele é, onde está, o que faz e o que Deus pede.

Portanto não é uma doutrina, um estudo bíblico, nem qualquer recorte de notícia de uma devoção que o irá saber; não, temos que estar marcados por aquilo que se celebra com o Espírito Santo.

Pe. Gheno aproveitou para falar sobre o símbolo, onde foi feito e qual o significado, destacou que o Espírito, inspira e se comunica conforme cada um, no seu pensamento, na sua biologia, no seu ser, no seu pensar. Não existe duas pessoas que recebem o Espírito Santo da mesma forma, por que Deus tem que valorizar a criação na Sua imagem e semelhança, que somos nós, que fique bem claro que cada um recebe as graças suficientes para deixar o Espírito Santo estar em si.

Temos que criar uma consciência clara de Cristo, pois se não fizermos isto, a Bíblia é só mais um livro, a Bíblia sou eu, a resposta de Deus sou eu, por isso nós devemos nos valorizar, somos receptáculo desta jóia que é o amor de Deus.

Cada um deve se colocar sem medo de enfrentar todas as realidades do mundo, e no batismo nó queremos profetizar e sermos reconciliados na missão do Espírito Santo.

Para finalizar Pe. Gheno indagou o que é a novena do Divino Espírito Santo, é uma devoção bonita e passageira? Não, ela é uma novena que vai durar todo o ano, todos os dias, porém depende da nossa formação espiritual, e o encerramento de todo este preparativo é Jesus Cristo na Eucaristia.

Informações

Júlio César Rossoni

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta