Encontro da Catequese do Batismo outubro 2019

Começamos a fazer parte da grande família que é a igreja.

Com esta motivação pais e padrinhos estiveram reunidos na noite de sexta-feira dia 18 de outubro, com o intuito de participarem da catequese do batismo. O encontro teve a presença do Pe. Mateus Danieli que fez acolhida e ressaltou a importância deste momento na vida destas crianças, um momento único onde estarão sendo preparadas para receber o primeiro sacramento, o Batismo a porta de entrada da iniciação cristã, afinal estas crianças estarão nascendo para a fé.

Seguindo com o encontro, os catequistas do batismo deram início ao encontro fazendo a apresentação e trocando conhecimentos com os presentes, tudo com base no novo modelo de catequese batismal. Após a proclamação do evangelho foi também apresentados os principais símbolos do batismo:

Nome: O Nome da criança é muito importante. Ele representa que é o único para Deus e para a humanidade. Valorizar o nome de alguém é reconhecer a sua dignidade. No evangelho Jesus nos diz que o pastor chama cada uma das ovelhas pelo nome e caminha na frente delas. Deus é assim: Ele chama cada um por seu nome e guia o seu caminho.

Água: A água é outro elemento que a natureza nos oferece e que usamos no batismo. A água é o elemento purificado, que lava, limpa e renova. Ela nos faz germinar a semente, é fonte de vida. Sem água tudo morre.

Na Bíblia encontramos diversas citações onde Deus salva o povo por meio da água.

Moisés, quando criança, foi salvo das águas do Rio Nilo. O povo Hebreu ficou livre da escravidão do Egito ao atravessar as ágúas do Mar Vermelho. O próprio Jesus foi batizado nas águas do Rio Jordão.

O batismo é um mergulho na vida divina. Aquele que preside a celebração derrama a água na cabeça da pessoa (criança ou adulto) dizendo: Eu te batizo em nome do Pai, do Filho e do espírito Santo. Somo batizados em nome da Santíssima trindade. Por isso, sempre que fazemos o sinal da cruz lembramos o nosso batismo.

Óleo: óleo dos catecúmenos recorda aquele utilizado pelos atletas antes das competições, para ficar mais fortes, ágeis e alegres.

Este óleo aplicado no peito é como um escudo que afasta o demônio e defende a fé. Tudo o que se recebe no batismo não é apenas simbólico, mas real, e vai se tornando eficaz ao longo da vida.

crisma é o óleo perfumado, consagrado pelo bispo na Páscoa, e serve para consagrar e marcar o cristão como pessoa sagrada, pertencente à família de Deus.

Tal óleo é usado no batismo, na confirmação e na ordenação sacerdotal. Em teologia, diz-se que ele “imprime caráter”, ou seja, marca, sela para sempre; por isso, estes são sacramentos que não se repetem.

Luz / Vela: Quando nos falta a luz a escuridão nos faz tropeçar, cair. No rito da celebração a vela que é entregue aos pais e padrinho é acesa no círio pascal. O círio pascal foi aceso no Sábado Santo quando celebramos a ressurreição de Jesus, a vida que vence a morte, a luz que vence as trevas. Do Cristo-luz, do Cristo vencedor é que recebemos a luz que nunca deve se apagar. Ei as palavras do Padre ao entregar a vela acesa: “A vocês pais e padrinhos, é confiada a missão de ampliar essa luz para que estas crianças iluminadas por Cristo, vivam sempre como filhos da luz e, perseverando na fé, possam sair ao encontro do Senhor, com todos os santos quando ele voltar”.

Portanto, somos filhos da luz e não caminhamos por entre as trevas. Fomos iluminados e teremos também que iluminar a vida dos outros. “Vós sois a luz do mundo… brilhe vosa luz diante dos homens, para que vejam vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está no Ceus” (Mt. 5, 14-16).

A apresentação das batizandos ocorreu na missa do domingo dia 20 de outubro, onde a comunidade Nosso Senhor Bom Jesus de Carazinho acolheu braços abertos estas crianças que iniciarão sua caminhada na vida cristã. Já o rito do batismo aonteceu na tarde de sábado dia 26 de outubo na paróquia Nosso Senhor Bom Jesus.

Informações

Júlio César Rossoni

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta