Festa de Pentecostes

No domingo dia 09 de junho a Igreja comemorou a feste de Pentecostes, e juntamente com esta festa, a Igreja Matriz Bom Jesus, realizou a renovação das promessas do batismo com o crismandos de nossa paróquia.

Tivemos ainda a entrega da bandeira do Divino Espírito Santo por parte do casal Imperador da 74ª novena Srs. José e Edna Possetti ao casal escolhido para a 75ª novena que acontecerá no ano de 2020, Srs. Rui e Andréia Toso da comunidade Santo Antônio,

 Sejamos estes que dão um pouco mais de si para o Senhor que precisa de tantos”, estas foram palavras proferidas pelo Pe. Mateus Danieli, em sua homilia.

Hoje a Igreja reza em todo o mundo: Derramai em toda a extensão do mundo os dons do Espírito Santo e realizai agora, no coração dos fiéis, as maravilhas que realizaste no início da pregação do Evangelho. Esta é a grande súplica da Igreja no dia de Pentecostes, para que tudo isso continue nos nossos dias. A palavra hoje é muito forte, hoje nós celebramos o dia de Pentecostes, hoje a nossa Igreja está diante do Senhor Ressuscitado, Ele que disse aos discípulos, recebei o Espírito Santo.

Nós hoje somos os mesmos discípulos do tempo de Jesus, que dizem, Senhor nos envia Teu Espírito Santo. Hoje a Igreja, que são todos os batizados, lembrando de modo especial os crismandos que vão renovar as promessas do batismo, realiza e participa do mesmo mistério daquele tremendo dia, onde houve o barulho, o vento, o fogo, a pomba, o dia de Pentecostes.

Hoje o Senhor deseja que todos nós tenhamos a mesma experiência dos discípulos: Ficarmos plenos, cheios, repletos do Espírito Santo.

Hoje o Senhor reaviva os nossos carismas, como dizia Paulo na comunidade de Corinto, os diversos carismas os diversos dons, é o Senhor quem realiza e renova nossos carismas e dons, para formarmos um só Corpo e um só Espírito. Tudo isso porque? Para realizarmos hoje as maravilhas que o mundo tanto precisa, o mundo pede a cada um de nós, que as maravilhas que foram realizadas outrora pelos discípulos no início da pregação do Evangelho, continuem sendo realizadas por nós.

O Senhor nos concede o Dom do Divino Espírito Santo para sermos uma comunidade missionária, que vive, vibra, reza, canta, pratica o bem, age de acordo com os ensinamentos de Jesus, que busca a santidade, essa é a Igreja missionaria que nós sejamos.

Uma comunidade que sai… que sai de si, que sai do seu comodismo, dos seus lamentos, das suas organizações burocrática pesadas que nós criamos fechadas, para nos lançarmos no mundo, no mundo que precisa. Uma Igreja que seja jovem, e a jovialidade da Igreja não depende da idade das pessoas que participam da Igreja, porém a jovialidade depende do dinamismo das pessoas que estão a participar da Igreja; pessoas dinâmicas, pessoas alegres, pessoas vibrantes, pessoas encorajadas, pessoas que tem impulso que tem uma vontade dentro de si que as levam para frente; não importa a idade, essa é a jovialidade da Igreja a qual se dá pelo Espírito Santo, mas também é claro pelos jovens na Igreja. E aqui fica o registo aos jovens crismandos, para que leiam a encíclica Cristo Vive, é a encíclica pós modal do Papa Francisco sobre a juventude na Igreja, a dinâmica da fé que a juventude é convidada a ser no mundo.

Portanto, sejamos uma comunidade do Espírito Santo, uma comunidade missionária, uma comunidade viva, e que esta novena que vivemos com a grande intensão missionária e que culmina com a festa de Pentecostes, possa preparar a nossa comunidade para a partir de hoje, ser uma Igreja diferente, uma comunidade diferente, não a estrutura da igreja (templo), mas as pessoas que esteja na Igreja sejam diferentes. Que o Senhor prepare nossos corações para ao sairmos daqui sermos como Ele quer e não como nós achamos que como estamos vivendo está bom. Não, o jeito que nós estamos vivendo não está bom, o Senhor quer um pouco mais de nós. Sejamos estes que dão um pouco mais de si para o Senhor que precisa de tantos.

Informações

Júlio César Rossoni

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta