Orientações Pastorais: Em tempo de COVID -19

Passo Fundo, 22 de fevereiro de 2021

Of. Cir. 06/2021

Assunto: ORIENTAÇÕES PASTORAIS: Em tempo de COVID -19

 

Saudações fraternas

Recordamos que a Arquidiocese de Passo Fundo é solidária com todas as medidas preventivas ordenadas pelas autoridades para controlar a disseminação do coronavírus.

Diante do avanço do coronavírus o governador publicou o Decreto nº 55.764, de 20/02/2021 que regulamenta principalmente atividades das 22h até as 5h, válido até 02/03/2021. O Decreto não faz referência aos “serviços religiosos” como é classificada a atividade de Igreja.

Portanto, o que vale é o PROTOCOLO DO MODELO DE DISTANCIAMENTO CONTROLADO RS. Na página 114 do Protocolo fala dos serviços religiosos quando estiver em Bandeira Preta. Transcrevo o protocolo:

“Serviços 105* Outros Serviços Missas e serviços religiosos – Teto de operação – 25% trabalhadores – Teletrabalho / Presencial restrito exclusivo para captação audiovisual – Sem atendimento ao público – uso os EPIs (máscara, álcool, etc)

Serviços 105* – Outros Serviços Festas, festejos e procissões religiosas ou similares, em ambiente púbico ou privado, aberto ou fechado. Vedada qualquer atividade que não esteja de acordo com o Modo de Operação deste subtipo.

Permitido apenas manifestações individuais ou em grupos de no máx. 10 pessoas, com uso obrigatório de máscara e distanciamento interpessoal de no mín. 1 metro. Carreatas permitidas, com permanência das pessoas exclusivamente no interior dos veículos. Vedada qualquer aglomeração, sujeita à fiscalização e à dispersão pelas autoridades”.

ORIENTAÇÕES enquanto perdurar a Bandeira Preta: (Espero estar interpretando corretamente o Protocolo)

  1. As missas, os sacramentos e outras atividades não podem ser realizadas; exceto os serviços de exéquias. Pode ter equipe para transmissão virtual.
  2. Como a catequese está vinculada ao funcionamento das escolas, também não podem ser feitos encontros presenciais;
  3. As igrejas podem ficar abertas para visitas individuais;
  4. As secretarias paroquias podem funcionar com 25% dos trabalhadores.

Sejamos intercessores junto a Deus Pai para que tenha misericórdia da humanidade.

Em Cristo!

Dom Rodolfo Luís Weber

Informações

Paroquia Bom Jesus

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta