Os cristãos leigos e catequistas

Pe Mateus Danieli

Os diversos carismas e formas de servir a Deus na Igreja são celebrados durante o mês de agosto. A comunidade evidencia o ministério ordenado, a vocação à vida familiar e o matrimônio, a vida religiosa consagrada e os ministérios assumidos pelos cristãos leigos e catequistas. O bonito desta riqueza vocacional é a insistência de que todos são “amados e chamados por Deus”, assumindo seu batismo e missão no mundo.

Quanto à vocação dos cristãos leigos e dos catequistas é importante destacar dois aspectos: a vocação batismal assumida na transformação do mundo e o compromisso com a vida da comunidade de fé. No primeiro sentido, os cristãos leigos são chamados por Deus para viver nas atividades cotidianas a sua fé, realizando boas obras e iluminando o mundo que tanto precisa (Mt 5,13-17). Por outro lado, os cristãos batizados que vivem a vocação do laicato tem uma função específica na comunidade eclesial, lugar no qual encontram a força para não se tornarem insossos, confrontam suas ações com o projeto de Jesus Cristo para realizarem sempre boas obras e abastecem sua ânfora com para continuarem iluminando.

Portanto, a vocação dos batizados leigos e catequistas no mundo civil e comunitário é uma inspiração para a realização da vida cristã, pois, ao responderem ao chamado de Jesus Cristo se sentem comprometidos com a transformação das realidades. É uma missão indispensável nos tempos atuais, visto que as comunidades, em sua grande maioria são atendidas pastoralmente por cristãos leigos, os quais são a maior parte dos batizados inseridos nas estruturas do mundo. Aos cristãos leigos de nossas comunidades e aos catequistas do batismo e da iniciação à vida cristã a gratidão por toda doação e dedicação na construção do Reino de Deus. E mais uma vez ressaltamos a necessidade de que os cristãos leigos encontrem no mundo civil o seu lugar de atuação, mas não esqueçam que a comunidade é o lugar para abastecerem sua fé e vocação.

Informações

Paroquia Bom Jesus

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta